Pular para o conteúdo principal

Postagens

Se eu fosse Deus a vida bem que melhorava

Carlos Motta
Num país sério as músicas de Eduardo Gudin tocariam no rádio dia e noite, de tão boas que são.

Mas este é o Brasil, uma colônia cultural americana, depósito do lixo da indústria de entretenimento, um dos alvos prioritários do soft power do grande irmão do norte.

A música de Gudin faz bem para os ouvidos, para o cérebro e para o coração.

Não tem contraindicações.

Ele integra a santíssima trindade do samba paulista, ao lado de Adoniran Barbosa e Paulo Vanzolini, de quem foi parceiro.

Tem um sem número de composições gravadas, algumas já clássicas, como "Verde", parceria com J.C. Costa Neto, um hino à esperança de se viver num país melhor, e "Paulista", também com Costa Neto, de um lirismo arrebatador.

É dele, com Paulo César Pinheiro, uma das mais expressivas canções sobre o terrível período da ditadura militar, "Mordaça": "(...) E de repente o furor volta/O interior todo se revolta/E faz nossa força se agigantar/Mas só se a vida fluir sem se opo…
Postagens recentes

Fotos mostram cotidiano da URSS

A vida cotidiana da extinta União Soviética, retratada por seis fotógrafos de renome internacional, pode ser vista em uma exposição no Paço Imperial, no centro do Rio. Realizada em parceria com o Museu Oscar Niemeyer (MON), de Curitiba, a mostra "A União Soviética através da Câmera" reúne cerca de 200 imagens em preto e branco que documentam o período que vai de 1956, ano em que Nikita Khruschev denunciou os crimes cometidos por Josef Stalin, a 1991, quando o Estado soviético se dissolveu e as 15 repúblicas que o formavam se tornaram independentes.

Com curadoria de Luiz Gustavo Carvalho e Maria Vragova, a seleção de fotos enfatiza a estética do período, abordando temas de grande importância histórica para o entendimento do regime soviético, como educação, saúde, esporte, moda, juventude comunista, cultura, ciência e indústria. Os seis fotógrafos são Vladimir Lagrange, Leonid Lazarev, Vladimir Bogdanov, Yuri Krivonossov, Victor Akhlomov e Antanas Sutkus.

"Lagrange e Lazare…

Partituras online levarão música brasileira a todo mundo

A Fundação Nacional de Artes (Funarte) lança, na quarta-feira, dia 20, o projeto Partituras Brasileiras – Songbook Internacional Online. O trabalho reúne partituras de música brasileira, em música popular, música erudita e bandas de música, que estarão disponíveis online nos portais do MinC e da Funarte, em versões em português, inglês, espanhol e francês.

O lançamento será às 12h30, no Teatro Glauce Rocha, no Centro do Rio de Janeiro (RJ). Na ocasião, haverá apresentação dos artistas convidados: Silvério Pontes, Andrea Ernest Dias, Silvan Galvão e do Grupo Vocal Ordinarius, com ingresso a R$ 1.

Organizado pelo Centro da Música – responsável pela produção do conteúdo e organização geral –, o projeto tem a parceria do Departamento de Promoção Internacional do Ministério da Cultura (Deint/MinC), encarregado da editoração e distribuição. A seleção das partituras conta com a participação de importantes instituições de pesquisa musical do Brasil, além de dois especialistas, os professores e …

Festival de Música Contemporânea Brasileira seleciona 13 propostas

O Festival de Música Contemporânea Brasileira (FMCB), que chega à quinta edição em 2018, já tem os trabalhos selecionados entre as propostas enviadas por diversos profissionais da música de todo o país. Ao todo, foram selecionados 13 propostas de apresentações artísticas e comunicações orais que serão apresentadas durante o evento, de 20 a 24 de março de 2018, em Campinas. 

Os trabalhos selecionados pelo Comitê Científico são voltados às obras dos homenageados: o multi-instrumentista Egberto Gismonti e a ganhadora da medalha Villa-Lobos, Marisa Rezende (foto). O edital ficou aberto do dia 15 de setembro a 25 de novembro de 2017, foram enviadas 46 propostas específicas sobre o tema, 25 classificadas e dessas, 13 alcançaram as maiores pontuações e vão se apresentar no 5º FMCB. Os profissionais selecionados estão sendo contatados por e-mail e devem confirmar a participação para garantir seus lugares nesta edição. 

O Comitê Científico responsável pela seleção dos trabalhos foi composto por …

Sinfônica de Piracicaba encerra temporada tocando Dvořák

A OSP (Orquestra Sinfônica de Piracicaba) encerra a Temporada 2017 neste sábado (16), às 16h30 e às 20h30, no Teatro Municipal Erotídes de Campos, o Teatro do Engenho. As apresentações contam com a regência do maestro convidado Roberto Tibiriçá (foto). A entrada é gratuita.

Tibiriçá ocupa a cadeira número 5 da Academia Brasileira de Música. Ele coleciona passagens por grandes orquestras brasileiras, entre elas as sinfônicas do Estado de São Paulo, de Minas Gerais, da Petrobras, de Campinas, de São Bernardo do Campo, do Instituto Baccarelli e de Montevidéu, no Uruguai. No Rio de Janeiro, recebeu o Prêmio Estácio de Sá por seu trabalho com a Orquestra Sinfônica Brasileira.

O concerto traz duas das obras mais significativas do repertório de Antonín Dvořák: a primeira é Dança Eslava nº 8, rápida e rítmica, que lembra o estilo cigano e foi forjada em formas e estilos de danças populares das nações do Leste Europeu. A obra de 1878 alavancou a carreira internacional do compositor, natural da R…

O povo também quer comer o biscoito fino da cultura

Carlos Motta

O Brasil é um país de terceiro mundo com qualidade musical de primeiro mundo, diz a jornalista Maria Amélia Rocha Lopes. "Mas vivemos tempos nefastos. Lemos pouco, vemos muita televisão. O dinheiro é curto e, se for preciso cortar no orçamento familiar, será no destinado à cultura. Não estamos conseguindo ampliar o acesso a uma vida cultural intensa, formadora, que amplie horizontes", acrescenta. 

Maria Amélia faz, porém, uma ressalva importante: a população também gosta do biscoito fino. "Basta ver a frequência aos espetáculos ao ar livre, gratuitos. Ou aos shows de espaços como o Sesc, por exemplo, que vende ingressos a preços populares e oferece grande qualidade." 

O golpe que afastou Dilma Rousseff da presidência da República, diz, "a escola sem partido, o conservadorismo brutal que toma conta do país", tudo isso, explica, "faz piorar e muito esta situação - não há paticamente orçamento para cultura e os golpistas não tem a menor intenç…

Orquestra Sinfônica de Santa Catarina busca apoiadores

A Orquestra Sinfônica de Santa Catarina, que completou 24 anos de fundação em 2017, está lançando uma campanha em busca de apoiadores, para que possa manter suas temporadas anuais, assim como criar oportunidades para os músicos do Estado e formação de novos talentos. As doações podem ser feitas mensalmente, nos valores fixos de R$ 10, R$ 30, R$ 50 e R$ 100. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail contato@ossca.com.br ou pelo telefone (48) 99962-9088.

A Orquestra Sinfônica de Santa Catarina é um patrimônio histórico, artístico e cultural do Estado desde 2009 e está na Constituição estadual como uma das instituições culturais que podem receber recursos para sua manutenção. A sinfônica tem inspirado o aparecimento de diversos grupos de câmara, cameratas e orquestras, que emergiram ao longo dos anos. Foi pioneira na implantação da tradição regular de concertos sinfônicos na capital do Estado, na expansão da música pelas cidades do interior e em projetos para a formação de jovens tal…